Search

Síndrome do Comer Noturno



Nos dias de hoje, devido ao estresse diário e à ansiedade, muitas pessoas acabam desenvolvendo o hábito de comer compulsivamente no período da noite e da madrugada, mesmo quando não estão com fome. Esses indivíduos acabam consumindo muito mais calorias do que necessitam e acabam ganhando peso progressivamente.

A síndrome do comer noturno (SCN) é atribuída a um retardo no ritmo circadiano da alimentação, caracterizado pela falta de apetite pela manhã – muitos indivíduos “pulam” o café da manhã - aumento do apetite durante à noite, especialmente após as 18-19 horas, sendo que, dessa forma, o comportamento alimentar do indivíduo fica descontrolado no período noturno, levando-o à insônia.

Indivíduos com a síndrome tendem a ficar deprimidos, ansiosos ou agitados à noite, buscando na alimentação uma forma de aliviar seus sintomas, inclusive para ajuda-los a dormir.

Há uma desregulação hormonal com redução na secreção noturna de melatonina (hormônio do sono) e da leptina (hormônio que regula o apetite), com aumento da secreção circadiana de cortisol (hormônio do estresse).

Essa síndrome tende a ser desencadeada pelo estresse, é mais comum em mulheres e em pessoas com sobrepeso e obesidade.

É importante destacar que esta síndrome está associada a outros problemas como obesidade, ansiedade, depressão e baixa autoestima em pessoas com obesidade.

0 views0 comments