Search

Por que não devemos aquecer produtos de plástico?



O aquecimento dos produtos de plástico libera substâncias como potencialmente cancerígenas, como Bisfenol A (BFA), Ftalatos e Dioxinas. Além do efeito cancerígeno, essas substâncias também podem agir como disruptores endócrinos, levando à alterações do funcionamento do sistema hormonal.⠀ Existem estudos demonstrando o potencial carcinogênico do BFA em animais; em muitos produtos de plástico o BPA nem precisa ser aquecido para ser liberado. Nos Estados Unidos existem evidências que 90% das pessoas avaliadas em um estudo tinham BPA na urina.⠀ O BFA também pode substituir a recepção do estrogênio, levando à redução da ovulação e ao aumento da secreção prolactina em mulheres.⠀ A dioxina, que está presente em qualquer tipo de plástico, é liberada quando exposta a temperaturas altas. A substância acumula-se no tecido adiposo dos animais e o possui potencial cancerígeno significativo, mesmo em baixas doses, aumentando principalmente o risco de câncer de tireóide.⠀ A dioxina também acumula-se no leite materno, suprime funções imunológicas, reduz o número de espermatozóides e leva à disfunção dos lobos frontais do cérebro.⠀ Já o ftalato pode levar à redução na qualidade do esperma, teratogenicidade, demasculinização e feminilização de homens.⠀ Caso não haja possibilidade de substituição, guarde os alimentos nos produtos plásticos. No momento de aquecê-los, porém, substitua a outro recipiente, especialmente em vidro temperado ou cerâmica resistente ao calor.⠀ Da mesma forma, o filme plástico não deve ser utilizado para aquecer os alimentos no micro-ondas;⠀ Se for congelar algum alimento, também não use os plásticos. O congelamento também pode liberar as toxinas.⠀ DICA: Substitua todos os recipientes plásticos em casa por versões em vidro temperado ou em cerâmica.⠀ DICA2: Evite tomar aquele chá ou café quente em copos plásticos.⠀

Agende uma consulta:

- Sorocaba: (15) 31413732

- Pilar do Sul: (15) 3278 2684

0 views0 comments